NOVIDADES

BLOG


Dentição dos Bovinos

Para determinar a idade aproximada dos bovinos é utilizada a avaliação visual da dentição. Estes animais possuem na região da mandíbula 8 dentes incisivos (2 pinças, 2 primeiros médios, 2 segundos médios e 2 cantos ou extremos), não existem caninos nem incisivos superiores.

Nos primeiros dias de vida, nascem todos os dentes incisivos provisórios, popularmente conhecidos como dente de leite. Posteriormente, inicia-se a muda dos dentes provisórios pelos permanentes. A troca de dentição ocorre com grande variação entre os animais taurinos e zebuínos, mais precoces e os mais tardios. Os animais da raça Angus, assim como os demais taurinos, são mais precoces, já os zebuinos, como o Nelore por exemplo, são mais tardios e a muda ocorre mais tarde. Confira a tabela:

Incisivos permanentes Idade aproximada da erupção (meses)
   Taurinos (bos taurus)    Zebuínos (bos indicus)
0 (dente de leite) - -
2 18 – 28 20 – 24
4 24 – 31 30 – 36
6 32 – 43 42 – 48
8 (boca cheia) 36 – 56 52 – 60

Fonte: adaptado de Lawrence et al. (2001).

Nos frigoríficos, no momento do abate é realizado inspeção visual da boca dos animais para verificar sua dentição e determinar a idade. Os animais mais jovens são classificados como dente de leite (DL) ou zero dentes (permanentes), 2 dentes, ou seja a primeira pinça já rompeu a gengiva, sendo animais mais velhos, e sucessivamente como 4 dentes, 6 dentes e 8 dentes ou boca cheia, quanto todos dentes incisivos permanentes romperam a gengiva e ficam aparentes.

*Dentição dente de leite ou zero dentes permanentes. 

Conforme os dentes se desgastam ao longo da vida, pelo trabalho em arrancar e triturar os alimentos, seja volumoso ou concentrado, vão perdendo a forma original obliqua e ficando retos. Dietas com alimentos mais grosseiros aceleram o desgaste dos dentes dos bovinos.

Avaliar a maturidade é importante, pois está diretamente relacionada à maciez da carne. No programa Carne Angus Certificada só são aceitos animais de no máximo 4 dentes para fêmeas e machos castrados no Rio Grande do Sul. Nos demais estados brasileiros, onde há cruzamento industrial, somente aceitos animais 4 dentes para fêmeas, sendo machos castrados até 2 dentes e machos inteiros apenas dente de leite, pois ocorre cruzamento com animais zebuínos, mais tardios na muda da dentição, sendo mais velhos que os animais Angus definidos de mesma dentição.

OUTROS

POSTS

Quero comprar carne Angus ce...

Classificação de carcaças...

Carne Angus só se for certi...

Mapa de cortes Angus

DEIXE SEU

COMENTÁRIO